Descubra definitivamente qual é a diferença entre loft, studio, kitnet e JK
Voltar para o blog

Descubra definitivamente qual é a diferença entre loft, studio, kitnet e JK

Você sabe qual é a diferença entre esses quatro tipos de apartamentos? NÃO? Então descubra a resposta neste breve artigo que a Pedó Imóveis traz a você.
O fato é que os imóveis estão cada vez menores, o que exige um melhor aproveitamento de suas áreas privativas. Mas o que um loft tem de diferente de um studio, por exemplo? Vamos entender a diferença entre cada um deles.
 
Loft: O loft é considerado como uma moradia contemporânea e seu conceito segue em alta. O curioso é que esses tipos de apartamentos surgiram há muito tempo, na década de 60, se tornando modelos consagrados em Nova Iorque.
Os lofts surgiram em função da reciclagem de edifícios comerciais antigos, que não atendiam mais às necessidades ou por conta de mudanças no zoneamento das metrópoles. Normalmente são derivados de antigos galpões, armazéns ou depósitos em bairros industriais que foram transformados em áreas residenciais. Isso garante a característica de serem imóveis amplos, sem paredes que dividem o local e com o pé-direito duplo, muito usual em edificações da época.
O modelo de construção ser antigo não garante o aspecto antigo, muito pelo contrário, os lofts geralmente são muito bem reformados e seguem como sinônimos de modernidade.


Studio: Diferente dos lofts, os studios apresentam mais divisões internas. Eles têm cerca de 30 m² e podem dispor de um dormitório delimitado com paredes.
A característica do studio está ligada também à sua localização. Centralizado em áreas estratégicas da cidade, onde existe uma boa infraestrutura de lazer, serviços e transporte. Edifícios que têm imóveis deste tipo costumam oferecer facilidades como lavanderia coletiva, áreas sociais, como salão de jogos, piscina e até mesmo academia. A cozinha americana é integrada à área social e o pé-direito costuma ser acima do padrão.
Os moradores de studio são predominantemente pessoas solteiros ou casais jovens que buscam conforto e praticidade para seu dia a dia.


Kitnet: Os kitnets têm entre 20 e 40 m² e existem em maior quantidade do que os anteriores. Resumem-se por banheiro, quarto, sala e uma pequena área de cozinha, no estilo americano, geralmente com uma bancada dividindo o espaço.
A nomenclatura, derivada do inglês, significa “cozinha pequena”, em tradução livre. O principal atrativo dos kitnets vem do fato de estarem localizados em regiões centrais, próximos de universidades e demais áreas de conveniência, atendendo as necessidades de um público jovem.
Com uma estrutura simples, um kitnet é ideal para quem mora sozinho ou para casais jovens que precisam de um imóvel prático no sentido  de organização e vantagens contra congestionamentos dos grandes centros.


JK: Compostos por dois ambientes, os JK’s se  resumem à um cômodo que une sala, quarto e cozinha, somados a outro cômodo exclusivo para o banheiro. É a estruturas ideal para quem mora sozinho.
Um JK é projetado para conter todo o necessário. Outra grande vantagem na escolha de um apartamento pequeno refere-se ao fato do investimento financeiro ser mais em conta, em comparação com apartamentos convencionais.
Aos amantes de apartamentos amplos, com espaços bem delimitados, talvez o JK esteja longe de ser uma boa opção pra você.


Ficou fácil entender qual a diferença entre loft, studio, kitnet e JK? Mesmo que possam ser semelhantes, cada um têm as suas especificidades, e variam um pouco seu público consumidor. Na hora de encontrar seu imóvel é sempre bom conferir todas as opções do mercado.
 
Conte pra nós como está sendo sua busca por imóvel! Aproveite também para enviar sugestões de qual outro assunto você gostaria de saber sobre imóveis. 

Outros posts

  1. Vamos pedalar juntos pela Minha Lajeado?

    Vamos pedalar juntos pela Minha Lajeado?

    Pedalar está super em alta e também traz vários benefícios para a sua saúde, como: melhora da resistência, aceleração do metabolismo, reduz colesterol, ajuda a regular a pressão e também diminui o str...

  2. SAIBA COMO USAR O FGTS PARA COMPRAR SEU IMÓVEL

    SAIBA COMO USAR O FGTS PARA COMPRAR SEU IMÓVEL

    SAIBA COMO USAR O FGTS PARA COMPRAR SEU IMÓVEL   1- Quem pode usar? Trabalhadores com pelo menos 3 anos de carteira assinada, recebendo FGTS. Os valores podem vir de empresas...

  3. Quero me mudar, mas como posso vender meu imóvel?

    Quero me mudar, mas como posso vender meu imóvel?

    De repente os filhos cresceram e saíram de casa, a família vai crescer ou até mesmo, já passou do tempo e você está pensando em mudar. Mas aí vem a pergunta, como vender meu imóvel rápido para compra...

Este site utiliza cookies para entregar uma melhor experiência durante a navegação.